Ir para o conteúdo principal

Notícias

Trabalhadores da Saúde decidem aderir à greve geral no RS

http://www.paeseferreira.com.br/images/20190611-sindisaude-600x398.jpg

Mais de 100 mil trabalhadores representados pelo Sindisaúde-RS (técnicos e trabalhadores de nível médio em geral), Sergs (enfermeiros), Sindifars (farmacêuticos) e Sinditest-RS (técnicos de segurança do trabalho) em todo o Estado decidiram aderir à greve geral convocada pelas centrais sindicais para sexta-feira, 14 de junho. A decisão, por unanimidade, foi tomada em assembleia realizada na noite de segunda-feira (10), na esquina da João Pessoa com a Jerônimo de Ornellas, em Porto Alegre.

“A Reforma do Governo segue o mesmo modelo de capitalização do Chile, que faz com que nove em cada dez aposentados chilenos ganhem menos que um salário mínimo. Na saúde, acaba com a aposentadoria especial dos trabalhadores que passam décadas expostos a todo tipo de risco e ataca covardemente as mulheres. Nós temos que derrubá-la a todo custo pelo nosso futuro e pelo de nossos filhos e netos, e a Greve Geral é o instrumento soberano da classe trabalhadora! Nós não vamos trabalhar até morrer!”, afirmou Arlindo Ritter, presidente do Sindisaúde-RS.

Fonte: Sul21
Foto: Stéfano Moura/Sindisaúde-RS